O seio como imagem erótica

Nem todas as culturas consideram o seio como uma imagem erótica. Esta confusão sobre o erótico e o funcional que atrapalhando o discernimento quando se está próximo de quem dá o peito ao filho  em espaço publico. Mas as queixas corriqueiras acontecem na maioria nos espaços privados:

_ cobre isso!

_ que falta de vergonha;com esses peitos pra fora!

_ mas você tá bem assanhadinha heim, com esses peitos pra fora!

_ mas, o que é isso? Vai botar os peitos pra fora como as índias? Cobre isso, vai lá pro quarto!

0186fb8039ddba1c84e73fb714735c84
A caridade Romana, Giaocchino Serangeli, 1824

Você considera amamentar em público um ato obsceno? No Brasil segundo o código Penal artigo 233 seios à mostra é considerado um ato obsceno. Amamentar em espaços públicos e privado é credito de todas as mães que saem em busca dos direitos garantindo que amamentar é o ato livre entre mãe e filho. Uma lástima que esta liberdade não possa ser exercida por todas neste mundão, uma grande perda para as crianças!

enewspaper-mx
Scout Willis filha de Bruce Willis e Demi Moore nas ruas de NY

Em meados de  2014 uma revolução feminina deu inicio a uma campanha agora um pouco esquecida #freetheniples.  As redes sociais foram a delírio com celebridades fazendo selfies com os peitos à mostra. Instagram, Facebook e demais mídias bloquearam seus usuários, sem se importar com sua fama. Enquanto no Brasil ao caminhar pelas ruas de Sampa em janeiro deste ano, ainda haviam  vários cartazes lambe lambe com a hastag #freetheniples e me senti abraçada por todas as mulheres do mundo em busca de igualdade de gênero. Para muitos foi um ato obsceno, pra mim significou uma ponte para o Eu mais empoderado, livre pra atuar sem burlar as regra por mim criadas baseadas na formação das aulas de etiqueta e catequese.

*Em muitas sociedades os seios não são considerados especialmente eróticos e são vistos principalmente como a fonte de leite para o bebê.

Amamentar é uma das coisas mais lindas nesse mundo. Honremos esta dádiva, por favor, mais carinho com as mulheres, respeitem seu espaço e ponderem suas palavras.

*The Story of Human  Sexuality – Mitchell Beazley

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s